Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL NA MADEIRA

 

Não vou poder ir à Madeira, e até seria um bom pretexto, mas o pessoal do Grupo Versalhes tem muito gosto em divulgar a iniciativa deste convite:

 

A Direccção da AIASC tem a honra de convidá-lo(a) a participar na apresentação pública da Associação Insular de Animação Sociocultural - AIASC (www.aiasc.pt), na FNAC Madeira, dia 3 de Dezembro de 2010, pelas 18h30m.
A AIASC tem como objectivo contribuir para o estudo, formação, desenvolvimento e divulgação de projectos de investigação no domínio da animação sociocultural.
 

 

publicado por MAF às 23:02
link do post | comentar | favorito
|

«O MISTERIOSO SENHOR S»

 

O dia de hoje foi animado, o meu e-mail foi inundado com sugestões  para posts. Escolhemos  um sobre  o artigo de opinião de Ricardo Pais publicado ontem no jornal Público, até porque o Esaú tratou da logística necessária: aqui . Pronto, está bem, gostei de ler:

 «No que respeita aos teatros nacionais, a "excepção Porto" surgiu da reflexão desenvolvida no interior do Ministério da Cultura, reflexão que foi maturadamente versada nas leis orgânicas de 1997, ainda hoje as únicas que se revelam doutrinárias e coerentes». Pode ver o diploma orgânico referido, do TNSJ, aqui. E também foi agradável dar uma olhadela por este diploma, onde, por exemplo, se pode ver no preâmbulo: 

«O TNSJ nasce, assim, da constatação da necessidade do estabelecimento de dois grandes pólos de produção teatral do Estado sob a forma de teatros nacionais, em Lisboa e Porto, respectivamente, cada um com um projecto e uma personalidade artística próprios, mas ambos instrumentos de uma política integrada de desenvolvimento do tecido teatral português, em articulação com os programas já existentes no Ministério da Cultura para o apoio à actividade teatral de iniciativa não governamental e à criação de uma rede nacional de salas».

O que mais me apetece sublinhar é que havia uma correspondência, verificável, entre o que se passave no terreno e o que era legislado. Aliás, muitas das vezes o que acontecia era isso, fixava-se em diploma o que já tinha mostrado que era adequado no concreto. Eu falo assim porque «vivi» aqueles tempos.

 

publicado por MAF às 20:36
link do post | comentar | favorito
|

AO QUE CHEGÁMOS

 Comecei este dia, 29 de Novembro de 2010, com um  amigo a alertar-me para dois trabalhos do jornal Público que tinha visto na internet  (depois verifiquei que também estava na edição impressa) e perguntando se eu sabia se ainda havia Director-Geral das Artes, e mesmo Ministra. E frisava, repara-me neste titulo:

 Entrevista a João Aidos   

«há uma falta de estratégia política do primeiro ministro na área da cultura»

 (João Aidos é o Director da Direcção Geral das Artes).

 No meu tempo, dizia o meu amigo, por menos, apresentava-se a demissão ou era-se demitido. Veja aqui. a entrevista em formatao curto e aqui em longo.

 O outro caso que o estava a impressionar tinha a ver com uma entrevista  que a Ministra da Cultura terá dado ao Jornal de Notícias a que o Público se referia, onde a Ministra diz:

« Comecei o mandato cheia de expectativa de que estavam criadas as condições para consolidarmos o nosso tecido cultural. Esperava uma legislativa serena. A verdade é que, dois ou três meses de depois, caiu-nos esta hecatombe no colo”. Aqui.

 Tempos fuscos estes, como diria um velho militante comunista que conheci. 

Em tempo: à hora  esta «entrada», já noite, não me consta que tenha havido qualquer demissão. Mas quem é que quer saber da cultura, dirá o meu amigo.Com alguma amargura

publicado por MAF às 20:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 28 de Novembro de 2010

«THE AMERICAN»

Eu julgava que já não se fazima filmes destes. Vá a correr ver. Se não gostar com a mesma intensidade com que eu gostei não se aceitam reclamações. E o George Clooney um espanto.

publicado por MAF às 23:55
link do post | comentar | favorito
|

«INTERVENÇÃO» - CONTACTOS

 Em primeiro lugar queremos responder a quem nos tem perguntado onde adquirir este livro:

 

 

 

 

 

 informe-se aqui

  Depois, queremos chamar a atenção, precisamente, para a Associação que editou o livro, é esta:

 

 

 

que recentemente assegurou um Congresso sobre o estado do Teatro em Portugal, que teve lugar em Viana do Castelo, e quem esteve presente diz-me que correu muito bem. E homenageou-se Mário Barradas.

 

 

E quando tiver mais informações sobre o congresso haverá certamente oportunidade para o relatarmos neste blogue.

 P.S - entretanto,  o Esaú (que com a Lena estão de partida, em cruzeiro, para o Brasil) ja me fez chegar o livro onde estão as intervenções havidas no Congresso que vou ler e depois dizer aqui de minha justiça. Prometi, e quando prometo cumpro.

 

publicado por MAF às 19:48
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

UNESCO - ESTATÍSTICAS CULTURAIS

 

 

                  

 

E cá estamos na «ressaca da greve». Foi notória a adesão. Pela minha parte conheci pessoas que fizeram greve pela primeira vez. Mas noto uma atmosfera demasiado  triste  em volta da revolta. Há desencanto, estranheza, que se resumem por vezes na pergunta: e agora?

Bom, agora e aqui, lembrei-me de divulgar isto:

2009 UNESCO Framework for Cultural Statistics - FCS 

 Reparei na linguagem e no que se privilegia e observa: Impacto Económico e  o Impacto Social.  Eu continuo a insistir na minha: e o impacto Cultural? Não devia estar no centro, com existência própria?

publicado por MAF às 23:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

HOJE 24 DE NOVEMBRO

publicado por MAF às 00:50
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

O «QUE DIZ O PIVÔ» EM TEMPO DE GREVE

Serão Efeitos colaterais da GREVE? é que  voltamos a ter o «QUE DIZ O PIVÔ»! Confira.

publicado por MAF às 22:10
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

GREVE GERAL: JORGE SILVA MELO

 

eu também faço

publicado por MAF às 22:35
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 21 de Novembro de 2010

«PATCHWORK» E FALTA DE MEMÓRIA

 

Ontem, num ginásio que frequento, «há séculos», - por sinal excelente, é o Ginásio Clube Português, e como eu gostava que todos que o desejassem o pudessem utilizar ou outro equivalente - não pude deixar de reparar nas legendas que iam aparecendo no rodapé das televisões que estão incorporadas nos equipamentos. A situação é propicia a ocorrerem-nos ideias «exóticas», e foi assim que pensei num conceito possível: «Política Patchwork». A coisa era estranha, e não conseguia perceber em que contexto aparecia aquilo, mas de repente eu lia frases, que depois encontrei e ampliei com outros orgãos de comunicação social,  sem continuar a perceber muito bem a origem e muito menos a razão do acontecimento,  frases como estas:

- «corte de 23% no apoio às artes é inevitável»

- «Gabriela Canavilhas sublinhou que "mesmo que o valor dos apoios às artes quadruplicasse, seria sempre pouco porque é importante um investimento sério nesta área"»

- «Gabriele Canavilhas promete mais atenção ao livro»

- «O que nos falta é dimensão, massa crítica»

- «falta-nos visão estratégica»

- «relativamente à cópia legal tem sido difícil chegar a um consenso»

- «A governante defendeu “uma política mais agressiva de colocação dos nossos autores no mercado internacional”. 

- «A ministra defendeu como prioritário a lei das bibliotecas»

- «está mais do que na altura de o fazer" é a revisão da Lei do Depósito Legal"»

- «é preciso uma estratégia preventiva» (parece que é no património)
 

No afã de tentar saber o que se passava, que revolução se estaria a operar na cultura sem eu dar por isso, andei de site para site, e fui encontrando mais frases, por exemplo:

 

- «A ministra anunciou que prepara, com o Ministério da Economia e o Instituto Camões, uma estratégia de captação de fundos comunitários através do QREN.» Não inventei, como pode confirmar aqui.

- «A ministra, que também de uma forma inédita se reuniu pessoalmente, no dia 8 de Novembro, com 400 representantes das plataformas e outras estruturas, reconheceu: "Quem é que gosta que lhe digam: vamos tirar 23 por cento àquilo que estão à espera de receber? Ninguém gosta."» 

 

Tudo conjugado, e encaixado, em jeito de patchwork, parece que a fonte principal  deste arrazoado estará numa entrevista que a Ministra deu à LUSA. Quem souber dela, por favor, faça chegá-la a este modesto blogue. Certamente que haverá uma razão, uma lógica interna, e um sentido público. 

 

Depois disto tudo:

- A minha ideia de «Política Patchwork» tem pernas para andar;

- Depois, então não é que parece que se podem captar fundos no QREN! e porque não para os Apoios às Artes como eu ando aqui a clamar!

Por fim, não posso deixar de comentar a «forma inédita» da reunião. Desde quando? Ah! a falta de memória na Cultura e nas Artes!

 

publicado por MAF às 12:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. EXPOSIÇÃO | Cartazes de ...

. DIA INTERNACIONAL DAS MUL...

. Amas, Flores e Velas

. P A R I S

. EM MEMÓRIA DE VICTOR BELÉ...

. NUM DISCURSO DE MIA COUTO...

. «ERNESTO»

. CAPITAIS EUROPEIAS DA CUL...

. NO 1.º DE MAIO | «Insulta...

. 25 ABRIL 2015

.arquivos

. Outubro 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds