Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

«CORTES NA CULTURA»

   

Manchete na 1ª. Página do Jornal Público de hoje (ver imagem) :

 

Cortes na cultura ameaçam os artistas independentes

A ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, diz que artistas independentes vão viver um período muito difícil 

 

Veja a entrevista da Ministra aqui 

 

E  há  o editorial: 

A Cultura agora abaixo dos mínimos

Os anunciados cortes nos orçamentos da Cultura vão ter efeitos terríveis sobretudo no frágil terreno das artes

 

Não havendo  link para o editorial, uma passagem:  «(...) isto que noutras áreas se resolve com subsídios de desemprego ou reformas antecipadas, aqui há-de resolver-se com coisas nenhuma. Os muitos projectos que têm sido anulados ou adiados devido aos atrasos inadmissiveis dos compromissos do Estado (os subsídios do primiero trimestre nem sequer sairam) levarão à ruina dos chamados "agentes culturais". E atirarão artistas e outros trablhadores independentes para uma situação terrível a que nem podem chamar desemprego. (...) a ministra  da Cultura reconhece que "o cenário é dramático para a DGA" admitindo que também o cinema vai ser afectado. Mas se o Estado se prepara para não cumprir, por exemplo, as obrigações que tem para com as fundações a que se associou (o que pode levar Berardo a abandonar o CCB), já no caso da DGA o caso será mais grave, porque o Governo admite cortar 10 por cento em orçamentos que já estavam acordados desde 2009 e para os quais muita gente já se endividou, porque o mundo não pára e a arte muito menos. A burocracia, sim, paralisa tudo o que pode. A ministra fala em parar para pensar. Não seria melhor agir?»  

 

Já nos tinhamos referido a este assunto recentemente, em post anterior, aquando da saida do Decreto-Lei da execução Orçamental, e continuamos atentos as reacções que ali explicitámos. Neste dia apenas  alguns sublinhados ainda «a quente»,  não refeitos da «dor» que a entrevista e o editorial nos provocaram:  aquele recurso à designação de «artistas independentes», e o conteúdo que nos parece estar-lhe subjacente,  é algo que já não viamos «há séculos». Há que insistir: os apoios não são  aos artistas, os apoios são para que seja garantido um serviço público na esfera das artes que o Estado tem de assegurar, como faz com a educação, as estradas, a saúde, ... que desta forma sai muito mais barato; os apoios são atribuidos assentes em protocolos, em contratos, onde são estabeleciadas as obrigações das partes;  e vejam-se os primeiros comentários on-line que a entrevista provocou. Por outro lado, não nos parece necessário esperar mais para se poder dizer que  o que faz falta é um verdadeiro Programa de Estabilidade e Crescimento  para as artes, a prazo, onde a DGARTES actua e não um PEC  cego que parece não ver o alcance de cortes que no computo do orçamento global do Estado são irrisórios mas que têm efeitos devastadores nas artes, e que, a concretizarem-se, terão impaccto de difícil retorno.  E, assim, num ápice, mais uma vez sem estudos de suporte, que se conheçam, se desfazem minimos  que levaram anos a edificar.  Já agora: e o QREN, ou seja, os fundos comunitários, no meio disto tudo? Por exemplo, dos 950 milhões em Projectos QREN anunciados hoje pelo Primeiro Ministro, quantos milhões irão para as Artes? Quantos milhões deveriam ir? E então as tão louvadas indústrias culturais e criativas, e as cidades criativas, e a inovação, e o papel que nelas têm as artes?  

publicado por MAF às 21:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. EXPOSIÇÃO | Cartazes de ...

. DIA INTERNACIONAL DAS MUL...

. Amas, Flores e Velas

. P A R I S

. EM MEMÓRIA DE VICTOR BELÉ...

. NUM DISCURSO DE MIA COUTO...

. «ERNESTO»

. CAPITAIS EUROPEIAS DA CUL...

. NO 1.º DE MAIO | «Insulta...

. 25 ABRIL 2015

.arquivos

. Outubro 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds