Domingo, 12 de Setembro de 2010

RECRUTAMENTO E AMIZADE

 

 

 Sala do Teatro Virginia

 

 

 Fachada doTeatro São Luiz

 

Recordo de memória e a frase pode não ser exactamente esta mas o sentido é de certeza:

 «Perante dois candidatos a um lugar em que um é meu amigo eu escolho o meu amigo».

 Isto foi afirmado por um político do nosso País em tempos e, eventualmente, será posição que continua a assumir . E sempre que  isto vinha à baila eu acrescentava: «espero que pelo menos ambos sejam igualmente competentes». Mas é evidente que o problema de fundo está muito para além da competência, embora isto já seja um mundo. Lembrei-me desta posição ao ler o seguinte:

  «Teatro Virgínia substitui João Aidos por duas responsáveis

(...)

“Esta não é uma solução transitória, é uma escolha nossa e penso que vai funcionar”, salientou António Rodrigues.

O autarca referiu ainda que “a porta continua aberta” caso o antigo director João Aidos queira voltar ao cargo. “João Aidos é nosso amigo e a amizade não tem barreiras”, frisou.

 (...)»

Pode ver toda a notícia aqui

Por associação de ideias, veio-me ao pensamento que neste momento está a decorrer um concurso para Director Artístico do Teatro São Luiz de Lisboa que tem esta identificação que não deixa de ser curiosa: «Prestação de Serviços de Direcção Artística do São Luiz Teatro Municipal». Mais. Pelo que conheço do processo, neste caso estaremos no limite do que é aconselhável que seja feito em «outsourcing» se é que já não está ultrapassado. Parece-me que estamos a «meio-caminho» entre uma concessão de um serviço e o recrutamento de uma pessoa para um cargo numa Organização com uma estrutura institucionalizada para o que há regras na esfera da gestão dos recursos humanos. Ou será que não é assim? E tentando fazer graça, embora a situação não a suscite muito, certamente que em qualquer cenário a «amizade» não estará nos critérios com que o júri do concurso vai  trabalhar. Como este processo se passa na minha Autarquia é óbvio que vou estar particularmente atenta, mas também porque em termos académicos o assunto me interessa por demais.

 São apenas dois exemplos mas que mostram o quanto há a fazer na esfera da «Rede de Teatros» que já todos sabemos que não existe mas continua a agir-se como se tal não fosse verdade. E para que se crie tem  no mínimo  que garantir-se o que temos  em Redes que vão funcionamdo, como serão a dos «Museus e as das Bibliotecas» o que passa necessariamente por uma intervenção articulada entre Administração Central e Administração Local. Quanto a «redes» a notícia que está na base deste post  também dá algumas pistas que provocam correspondentes perplexidades, no mínimo interrogações. Por exemplo, quando se lê:«A nova programadora do Virgínia foi assistente de João Aidos no Teatro Aveirense, com quem colaborou na criação da rede nacional de teatros e cine-teatros». O que é que isto significa verdadeiramente?

 

E há também uma passagem que para mim não deixa de ser inquietante, é esta:

«O presidente da câmara salientou ainda que a autarquia está a fazer esforços para reduzir os custos associados ao teatro através da sua integração em redes de teatros nacionais que se candidatam a fundos comunitários. “No próximo ano, grande parte da programação será financiada por estes programas comunitários e penso que o esforço financeiro da autarquia vai diminuir”, disse ainda António Rodrigues». E sem se deixar de reparar no dinamismo da autarquia, a minha questão neste domínio tem um caracter bem mais de fundo que se prende com o espaço da cultura e das artes no QREN. Até hoje não o consigo perceber o que se está arealizar e não alcanço o sentido estratégico que em termos nacionais se está a prosseguir.  

Tal como as conversas os pensamentos também são como as cerejas: estou a ouvir na rádio algo sobre o caso «CarlosQueirós» e o seu tipo de contrato com a Federação de Futebol. Parece que também era «uma aquisição de serviços» ...

 

publicado por MAF às 14:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. EXPOSIÇÃO | Cartazes de ...

. DIA INTERNACIONAL DAS MUL...

. Amas, Flores e Velas

. P A R I S

. EM MEMÓRIA DE VICTOR BELÉ...

. NUM DISCURSO DE MIA COUTO...

. «ERNESTO»

. CAPITAIS EUROPEIAS DA CUL...

. NO 1.º DE MAIO | «Insulta...

. 25 ABRIL 2015

.arquivos

. Outubro 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds